quarta-feira, junho 18, 2008





Edward Steichen no Ateneu Comercial do Porto


Estávamos em 1964, Edward Steichen (1879-1973) entrava-nos pela casa adentro com a exposição que comemorou em 1961 os seus 82 anos, 65 de actividade fotográfica, no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. Três anos passados, no Ateneu Comercial do Porto, são expostas as mesmas 163 fotografias, escolhidas entre 30 mil negativos e cópias, que constituíram o certame do MOMA. (Esta exposição esteve também na Dinamarca, Noruega, Suécia e Inglaterra).
Steichen nasceu em 1879, no Luxemburgo, filho de camponeses que emigraram para os Estados Unidos da América em 1881. Entre 21 de Outubro e 19 de Novembro de 1899 expõe, pela primeira vez, as suas fotografias no Segundo Salão de Filadélfia. Foi um dos fundadores da “The Photo-Secession” e, os seus trabalhos começam a aparecer na conhecida revista trimestral “Camera Work”.
Mais tarde, em 1902, viria a tornar-se amigo de Alfred Stiegliz e com este abriu a Gallery 291, na 5. º Avenida, onde acabaria por expor pintura e fotografia. Em 1947 é nomeado director de Fotografia do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, onde em 1955 é responsável pela exposição “The Family of Man”, vista posteriormente em todo o território americano e por mais de 9 milhões de pessoas em diversos países em quase uma centena de exibições.
Steichen trabalhou para os serviços fotográficos do exército americano tanto na primeira grande guerra mundial, como mais tarde já com 60 anos na segunda grande guerra mundial, onde se alistou como voluntário.
Destacou-se nas diversas correntes da fotografia que se lhe atravessaram na caminhada da vida. Em 1923 chefiou como fotógrafo na Vanity Fair e Vogue. Retratou Greta Garbo, Charles Chaplin, Rodin, Hollande Day, e muitos outros. Emotivo, procurou conseguir um lugar para a fotografia na arte.
.



Solidão F. Holland Day, 1901
O fotógrafo Fred Holland Day (1864-1933) fotografado por Edward Steichen

.

Numa edição da Thames & Hudson “Edward Steichen Lives in Photography”, Todd Brandow & William A.Ewing, 2007, mostram-nos o que estará na exposição organizada pela Foundation for the Exhibition of Photography - FEP, Minneapolis, e o Musée de l’Elysée, Lausanne. Esta mostra já esteve no Jeu de Paume, Paris entre 9 de Outubro e 30 de Dezembro de 2007; Musée de l’Elysée, Lausane, entre 17 Janeiro e 23 de Março de 2008; Palazzo Magnani, Reggio Emília entre 12 de Abril e 8 de Junho de 2008 e finalmente, a última das 5 exibições vai estar no Museu Nacional Centro de Arte Moderna Reina Sofía em Madrid entre 24 de Junho e 22 de Setembro de 2008. Bem ao jeito de quem passar por Madrid “lugar” onde está a decorrer a Photoespaña 2008.
.

Ângela Camila Castelo-Branco, APPh.
.


Desdobrável da exposição no Ateneu Comercial do Porto, 1964
.
.

1 comentário:

Anónimo disse...

Steichen em Portugal?
O que você consegue descobrir Angela!

JLS